Dr. Carlos Eduardo Narciso Sakai
Ortopedista - Tratamento da Coluna Vertebral

CRM/SP: 100.663 - RQE 72.862

Prevenção da Osteoporose

Falei em outro artigo sobre o que é a osteoporose. Neste texto de hoje vamos conversar sobre como prevenir a osteoporose.

Primeiramente precisamos saber que a osteoporose pode ter várias origens. O tipo mais comum que vemos na população é aquele relacionado com a idade, em especial em mulheres e após a menopausa. Então é sobre este último tipo que vamos falar mais.

Mulheres pós-menopausa

O motivo do desenvolvimento de osteoporose em mulheres após a menopausa é a queda dos níveis de estrógeno. Este hormônio é fabricado pelos ovários, durante a vida fértil da mulher. O estrógeno não tem apenas função no aparelho reprodutor, mas em todo o corpo da mulher. Afeta também a formação de ossos. Sem o estrógeno os ossos das mulheres vão lentamente perdendo cálcio. Então vão ficando mais frágeis, o que pode desencadear osteoporose. Pode também levar às fraturas, que podem ser graves.

Após a menopausa então as mulheres devem ser orientadas a fazer exames preventivos. Então, a densitometria óssea é o principal exame. Geralemente a densitometria óssea é solicitada por um ortopedista ou pelo ginecologista da paciente, como exame preventivo. 

Tanto o ortopedista quanto o ginecologista costumam fazer os tratamentos preventivos deste tipo de osteoporose. Às vezes com reposição hormonal, às vezes com outros tipos de medicação. Depende de cada caso.

Alimentação

Para prevenir a osteoporose devemos também nos preocupar com a alimentação. Devemos dar importância aos alimentos ricos em cálcio e aos alimentos que possam nos fornecer a vitamina D. Os principais alimentos ricos em cálcio são os derivados de leite. Então, derivados como o queijo, os iogurtes, etc são benvindos. Outros alimentos ricos em cálcio incluem verduras escuras (brócolis, couve, escarola) e peixes.

Vitamina D

Nós obtemos metade das nossas necessidades de vitamina D da alimentação, e a outra metade nosso próprio corpo produz. O local de produção de vitamina D é a nossa pele, que é estimulada com exposição solar. Então, um pouco de sol, não muito forte, pode fazer bastante bem.

Os alimentos ricos em vitamina D incluem leite e seus derivados e peixes. Quando isso não é suficiente pode ser necessário a complementar com medicações, a critério médico.

Exercícios físicos

Os exercícios físicos também são importantes para aumentar a força dos ossos. Quando não nos exercitamos vamos ficando com os ossos cada vez mais frágeis. Os melhores exercícios para manter a massa óssea são os exercícios com pesos. Mas é preciso antes uma avaliação médica, pois nem todos os pacientes podem realizar exercícios com pesos. Consulte seu médico antes de começar qualquer atividade física diferente.

 

Abaixo deixo um link do meu Canal do Youtube – Saúde da Coluna, onde falo um pouco mais sobre este assunto.

Não deixe de assitir, curtir o vídeo e seguir o Canal!

Até a próxima!

 

 

Todos os direitos reservados – Dr. Carlos Eduardo Narciso Sakai – CRM/SP 100.663 – RQE 72.862 – 2019